Aula: Tomada de Decisão

Tomada de decisão – O que é
A tomada de decisões é um processo cognitivo pelo envolve a escolha de um plano de ação para alguma situação-problema.
É uma sequência lógica e racional de eventos que envolve algumas etapas. Não é tão simples como apenas saber o que se quer.
A falta de planejamento pode levar a decisões erradas, por exemplo, sem analisar os fatores de risco e sem considerar os resultados das decisões anteriores.

Tomada de Decisão – Finalidade
As escolhas não podem ser baseadas somente em metas. Os meios que serão utilizados, por exemplo, também passam pelo processo decisório. Alguns executivos acreditam que as decisões podem esperar, mas esse é um conceito errado que pode levar a danos, que em muitos casos são até irreversíveis.
Os executivos sabem que nem sempre as decisões corretas são as mais fáceis. E também não há motivo para ficar adiando decisões que podem corrigir ou até evitar problemas. Quanto antes a decisão for tomada, mais cedo a empresa colherá os frutos.

Na hora de tomar uma decisão existem fatores internos e externos que influenciam, assim como informações incorretas podem levar a decisões erradas. Mas sempre há oportunidades de aprimorar o poder de decisão.

Obs: Regras para a Tomada de Decisões:

As mais indicadas são:

  1. Tenha vontade de decidir;
  2. Não tome decisões desnecessárias;
  3. Procure não decidir prematuramente;
  4. Evite chegar a uma conclusão tarde demais.

Veja alguns fatores que influenciam a empresa na hora de tomar uma decisão.

  • Fatores Externos: São aqueles que não se tem controle, tais como: as decisões governamentais, conta de energia e água, aumentos inflacionários, etc. A empresa deve rever planilhas, aumentar seus preços de venda, enfim, há um efeito dominó, que acarreta em muitas alterações.
  • Fatores Internos:Ocorrem quando a empresa administra seus custos e despesas internamente. Por exemplo, um aumento para um colaborador, realizar compras sem uma pesquisa de mercado, com o objetivo de baixar os custos das compras, ou seja, decisões sem analisar o financeiro.
  • Fatores Sociais: O homem, enquanto ser social, toma decisões baseado em emoções, interesses próprios. Principalmente em pequenas empresas muitas decisões são tomadas ao acaso, até mesmo sem uma análise financeira mais profunda.

Obs: Fatores do Processo Decisório
Entre os inúmeros fatores que estão envolvidos com o processo decisório, alguns se destacam.
Por exemplo, planejar e direcionar suas decisões e organizar e ampliar suas ideias.

Tomada de Decisão – Métodos

  • Muitos executivos tomam decisões, mas não sabem dizer como chegaram à elas, quais métodos utilizaram.
  • A tomada de decisão deve ser minuciosamente analisada e projetada.
  • Boas decisões envolvem uma soma de capacidade de julgamento, intuição e análise sistemática.
  • Alguns métodos específicos para a tomada de decisão são: experiências passadas, experimentação e pesquisa operacional.
  • A Teoria da Probabilidade é outro método: utilizam-se dispositivos matemáticos para computar a probabilidade de certas situações acontecerem.
  • Já no método da Simulação são usados gráficos que demonstram resultados ou situações sobre como operar.
  • Matriz de Ganhos: mais eficaz quando a probabilidade de ocorrência pode ser calculada. É feito uma estimativa do quanto pode ser os valores esperados.
  • Árvores de decisão: é uma extensão da matriz. Colocam-se as possibilidades em um gráfico.
  • Inventário: planeja o nível de inventário a manter.
  • Filas: organiza em filas de espera.
  • Distribuição: organiza rotas de distribuição.

Tomada de Decisões – Classificação

As decisões podem se classificar por:

  • Nível de importância dentro da empresa: altamente importante, importante, medianamente importante, pouco importante, não importante.
  • Estruturação: estruturada, não estruturada.
  • Previsibilidade: rotineira ou cíclica, não rotineira ou acíclica, inédita.
  • Programadas (rotineiras ou recorrentes):que já foram encontradas e tomadas antes. Já tem regras, procedimentos e políticas claras para a definição da resposta. Tomada pelos níveis inferiores da administração.
  • Não Programadas: são decisões novas, normalmente as importantes, e não tem como conhecer os resultados exatos. Decisões tomadas pela alta gerência. Planejamento estratégico.
  • Decisões estratégicas: nível alto da administração. Determinam os objetivos da organização.
  • Decisões táticas: nível médio da administração. Determinam táticas para traçar as metas estratégicas.
  • Decisões operacionais: operações cotidianas. Indica como realizar as decisões táticas tomadas pela média administração.

Um comentário

  1. Muito bom o curso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *