Orçamento Público

Receitas de Capital
“São Receitas de Capital as provenientes da realização de recursos financeiros
oriundos de constituição de dívidas; da conversão, em espécie, de bens e direitos; os recursos recebidos de outras pessoas de direito público ou privado, destinados a atender despesas classificáveis em Despesas de Capital e, ainda, o superávit do Orçamento Corrente.”

Já as receitas de capital se classificam da seguinte forma:

  • Operações de Crédito
  • Alienação de Bens
  • Amortização de Empréstimos
  • Transferências de Capital
  • Outras Receitas de Capital

A classificação das despesas também deve obedecer as categorias econômicas (despesas correntes e despesas de capital), conforme a seguinte classificação:

Despesas Correntes
Despesas de Custeio – são as dotações para manutenção de serviços, para conservação e adaptação de bens imóveis,  se classificam em:

  • Pessoal Civil
  • Pessoal Militar
  • Material de Consumo
  • Serviços de Terceiros
  • Encargos Diversos

Transferências Correntes – são dotações para despesas que não sejam geradas com a aquisição de bens ou serviços, ou para manutenção de outras entidades de direito público ou privado, se classificam em:

  • Subvenções Sociais
  • Subvenções Econômicas
  • Inativos
  • Pensionistas
  • Salário Família e Abono Familiar
  • Juros da Dívida Pública
  • Contribuições de Previdência Social
  • Diversas Transferências Correntes

2 comentários

  1. cosme rubens

    Muito bem, terminando a pagina 8 do curso de orçamento público, o que se faz para continuar?

  2. Zuleica

    Muito boa a exposição do conteudo. De forma simples e objetiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *