Manual de Interrogatório

e. Interrogatório em Operações de Segurança Interna

1) Em uma operação de segurança interna os interrogadores podem defrontar-se com uma grande variedade de prisioneiros, desde os integrantes de organizações estudantis de propaganda até de grupos terroristas, ou organizações pára-militares.

2) Os prisioneiros estarão normalmente sob controle policial e os interrogadores atuarão em conjunto com ou como parte do Sistema de Informações. Para atender o problema de maneira ideal, devem ser organizados centros e equipes de interrogatórios nas áreas.

3) A liberdade de atuação dos interrogadores deverá estar subordinada ao prescrito em leis e regulamentos, e delimitada por diretrizes emanadas das autoridades responsáveis pela Segurança Interna.

4) Diferentemente dos interrogatórios durante as operações militares, os relativos às operações de segurança interna são, normalmente, divididos em duas fases:
– questionário inicial; e
– interrogatório detalhado no Centro de Interrogatório da área.

5) Questionário Inicial. Normalmente, os indivíduos são presos como o resultado de uma ação por eles praticada, devido a informações conhecidas sobre eles ou em função de operações de busca ou de limpeza de área. Eles podem ser interrogados, inicialmente, por elementos de operações especiais, por policiais ou mesmo por elementos das unidades que os capturaram. Da mesma forma que no questionário tático (Fls. 3) das operações militares, o questionário inicial deverá limitar-se ao mínimo essencial, necessário ao prosseguimento das operações, e esse procedimento regulado por normas do escalão superior. (De qualquer forma, no nosso caso, deverá ser realizado por elementos especializados, os quais não deverão tomar parte nas operações de captura, ou outras de natureza policial-militar. O princípio da oportunidade impõe, como limite de duração desse questionário, que, de 6 a 8 horas após a captura, o prisioneiro esteja dando entrada no Centro de Interrogatório da área).

6) No Centro de Interrogatório Detalhado da Área. Este é o interrogatório principal para os elementos selecionados para um trabalho mais detalhado. (E realizado por elementos altamente especializados). Será, normalmente, dirigido por um oficial de operações especiais da Polícia e poderá contar com interrogadores militares.

7) O problema mais importante é o da TRIAGEM inicial, que é uma responsabilidade do elemento encarregado do questionário inicial; entretanto, todo interrogador deve estar preocupado no prosseguimento da triagem, em todos os níveis.

3 comentários

  1. braulio domingos schucko

    Não vou ser específico, serei objetivo e abrangente, este site, é um dos melhores, senão o melhor em matéria de diversificação, é impossível, não encontrar algo que seja do seu interesse, parabéns AO ideal. É uma pena que eu não tenha tempo para fazer tudo, agora se fosse mais jovem, esta seria uma mina de ouro!
    Parabéns ao pessoal do IDEAL, Parabéns aqueles que se utilizam dele, Parabéns aqueles que divulgam CULTURA E CONHECIMENTO, o IDEAL, consegue tranquilamente fazer isto com categoria!!!

  2. Erickson

    O site de vocês é realmente muito bom aprendi muito com ele vcs ensinam coisas basicas,muito úteis de uma forma clara e descomplicada estão de parabéns !!!!!!!!!!
    sucesso !!!!!!!

  3. cairo

    Estou muito entusiasmado com o trabalho de vcs!! Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *