Manual de Interrogatório


Introdução ao manual de interrogatório:

a. O prisioneiro representa uma fonte potencial de valiosas informações sobre um inimigo, a cujas hostes pertenceu até bem pouco tempo. Sob certas circunstâncias, pode ser a única fonte, ou pelo menos a principal delas. A exploração dessa fonte exige considerável habilidade e deve ser atribuída a interrogadores treinados e, apenas em limitadas circunstâncias, à equipe que aprisionou o indivíduo.

b. O valor e a extensão da informação obtida de um prisioneiro depende não só da habilidade do interrogador, como também da velocidade com que o prisioneiro lhe foi apresentado e da eficiência do órgão que controla e orienta o interrogador.

3 comentários

  1. braulio domingos schucko

    Não vou ser específico, serei objetivo e abrangente, este site, é um dos melhores, senão o melhor em matéria de diversificação, é impossível, não encontrar algo que seja do seu interesse, parabéns AO ideal. É uma pena que eu não tenha tempo para fazer tudo, agora se fosse mais jovem, esta seria uma mina de ouro!
    Parabéns ao pessoal do IDEAL, Parabéns aqueles que se utilizam dele, Parabéns aqueles que divulgam CULTURA E CONHECIMENTO, o IDEAL, consegue tranquilamente fazer isto com categoria!!!

  2. Erickson

    O site de vocês é realmente muito bom aprendi muito com ele vcs ensinam coisas basicas,muito úteis de uma forma clara e descomplicada estão de parabéns !!!!!!!!!!
    sucesso !!!!!!!

  3. cairo

    Estou muito entusiasmado com o trabalho de vcs!! Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *