Manual de etiqueta

Quando o Buffet é você quem prepara (prepare a comida seguindo nossas receitas)

RECEITAS DE BEBIDAS

PINÃ COLADA

Ingredientes:2 de rum escuro,3 de suco de abacaxi,2 de leite de coco,pedaços de abacaxi. Modo de Fazer:Bata todas as doses no liquidificador com 2 rodelas de abacaxi. Sirva com gelo.


AMARULLA

300 ml de conhaque,1 lata de creme de leite com o soro,1 lata de leite condensado,3 colheres de sopa de chocolate do padre ( nao use outro !!!) ,gotas de essencia de baunilha. Jogue tudo num liquidificador , bata muito bem, e coloque para gelar. Sirva com gelo. PS: as gotas de baunilha devem ser colocadas aos poucos , e sem exageros !


BEIJO DE ANJO

Ingredientes:½ dose de licor de cacau,½ dose de licor de ameixas,½ dose de licor de violetas,½ dose de creme de leite fresco. Instruções:Ponha os ingredientes num cálice alto, cuidadosamente, para que se não misturem e sirva em seguida.


BATIDA DE AMENDOIM

INGREDIENTES:01 xícara (chá) de Amendoim Moído AGTAL 01 lata de leite condensado 150ml de vodka 50ml de licor de cacau 1/2 forma de gelo (forma de geladeira doméstica) MODO DE PREPARO:Bater tudo no liquidificador e servir a deliciosa batida tropical de Amendoim.

TAÇA IDEAL

Para o champagne, a taça ideal é do tipo flûte (= flauta), longa e de boca estreita.

BEBIDA BASÍCAS DE UM BAR:

BEBIDA BASÍCAS DE UM BAR: – Vodka nacional e importada; – Gin nacional e importado; – Whisky nacional e importado; – Rum nacional e importado; – Conhaque nacional e importado; – Brandies; Licor nacional e importado; – Vermute nacional e importado; – Cachaça de boa qualidade; – Vinho nacional e importado; – Vinhos espumantes e – Champagne.

Mimosa

Quer servir uma bebida barata , deliciosa e chique? Coloque em uma bandeja , doi dedos de suco de laranja em vários copos. Ao lado deixe uma garrafa de espumante aberta no gelo. As pessoas devem pegar os copos com o suco e completar com o espumante na hora. É um drink chamado mimosa! Delicioso!

RECEITAS DE DOCINHOS, BOLOS E SOBRIMESAS

Beijinho de Abacaxi
Tempo de Preparo:
20 min / Pronto: 40 min
Rendimento: 40 porções
Ingredientes: 1 abacaxi moído, 1 pacote de coco ralado, 1 colher de sopa de margarina, 3 ovos, 3 xícaras de chá de açúcar, açúcar cristal para envolver.
Modo de Preparo: Leve ao fogo todos os ingredientes, mexendo sempre até desgrudar do fundo da panela. Espere esfriar, enrole e passe no açúcar cristal.

Beijinho de Coco
Tempo de Preparo: 20 min
Rendimento: 40 porções
Ingredientes: 1 lata de leite condensado, 1 pacote de côco ralado, 2 colheres de sopa de margarina
Modo de Preparo: Misture todos os ingredientes numa panela e leve ao fogo brando. Vá mexendo, sempre, até desgrudar do fundo da panela. Espere esfriar, enrole e passe no açúcar cristal. Enfeite com um cravo da índia.

Brigadeiro
Tempo de Preparo: 40 min
Rendimento: 30 porções
Ingredientes: 4 colheres de sopa de chocolate em pó, 1 lata de leite condensado, 1 colher de manteiga.
Modo de Preparo:
Coloque os ingredientes num refratário grande e fundo e misture. Leve ao microondas em potência alta por 3 minutos. Retire e mexa bem e coloque de volta no microondas por mais 7 minutos mexendo na metade do tempo para não derramar. Verifique o ponto, pois cada aparelho tem um tempo diferente de cozimento.Estará no ponto quando se soltar do fundo do recipiente. Deixe esfriar, enrole e passe no granulado de chocolate.

Cajuzinho
Tempo de Preparo: 20 min
Rendimento: 30 porções
Ingredientes: 2 xícaras de chá de amendoim torrado e moído, 2 xícaras de chá de açúcar, 4 claras em neve
Modo de Preparo: Misture todos os ingredientes com as mãos. Enrole como cajuzinho e passe no açúcar.

Profiteróles com Sorvete
Tempo de Preparo: 30 min
Pronto: 50
Rendimento: 65 porções
Ingredientes: Massa – 1/2 xícara de margarina, 1 xícara de água, 1 xícara de farinha de trigo, 4 ovos.
Recheio – 1 1/2 xícara do sorvete de sua preferência, 100g chocolate meio amargo picado.
Modo de Preparo: Massa – Coloque margarina numa panela e leve ao fogo até levantar fervura. Acrescente a farinha de uma só vez e mexa com uma colher de pau até formar uma bola que se solte dos lados da panela. Retire do fogo e junte os ovos mexendo muito bem. Coloque o creme num saco de confeitar com bico tipo pitanga e faça profiteroles de uns 3 cm de diâmetro em assadeiras untadas. Leve ao forno quente pré-aquecido (200° C) entre 15 a 20 minutos até que cresçam e dourem. Retire do forno e deixe esfriar.
Recheio – Corte uma tampinha em cada profiterole e recheie com 1 colher de chá de sorvete. Derreta o chocolate em banho-maria e sirva morno com os profiteroles.

Trufas de Chocolate
Tempo de Preparo: 20 min
Pronto: 2 horas
Rendimento: 5 porções
Ingredientes: 200g de chocolate meio-amargo, 200g de creme de leite fresco, chocolate em pó.
Modo de Preparo: Aqueça o creme de leite, Quando começar a ferver, retire do fogo e acrescente o chocolate em pedaços. Misture até o chocolate ficar completamente derretido. Leve a mistura à geladeira por 2 horas. Com as mãos untadas com manteiga, faça bolinhas com a mistura de chocolate e passe pelo chocolate em pó. Coloque em forminhas de papel.

Bolo Capricho
1 xícara (chá) de manteiga, 1 1/4 xícara (chá) de açúcar, 4 ovos, 2 xícaras (chá) de farinha de trigo, 1 colher (chá) de fermento em pó, 1/2 xícara de suco de laranja, 1 colher de chá de raspas de laranja, 100 gramas de passas sem sementes.
Bata em creme a manteiga e o açúcar. Junte os ovos, um de cada vez, batendo sempre. Peneire a farinha e o fermento e junte ao creme. Adicione o suco de laranja e as raspas. Polvilhe as passas com farinha e misture levemente à massa. Asse numa fôrma de 25 com de diâmetro em forno moderado (180’C) pro 40 minutos.

Bolo Capricho Italiano
150 gramas de manteiga, 1 1/3 xícara (chá) de açúcar, 3 xícaras (chá) de farinha de trigo, 1 colher (sopa) de fermento em pó, 1 pitada de sal, 1/2 colher (chá) de baunilha, 1 xícara (chá) de leite, 4 claras, 2 gemas, 50 gramas de chocolate meio amargo, 2 colheres (sopa) de castanhas-do-pará picadas grosseiramente. Glacê: 50 gramas de chocolate meio amargo, 3/4 xícara (chá) de açúcar, 3 colheres (sopa) de água, 2 gemas, 1 colher (sopa) de manteiga, 1/2 colher (chá) de baunilha.
Bata a manteiga com o açúcar até que fique cremosa. Misture a farinha, o fermento e o sal e acrescente à massa alternadamente com o leite. Adicione a baunilha e as claras batidas em neve firme. misturando-as cuidadosamente à massa para que esta fique bem leve e fofa. Despeje a metade da mistura numa assadeira redonda de 24 cm de diâmetro, untada e polvilhada com farinha de trigo. Rale o chocolate por cima e polvilhe com as castanhas-do-pará picadas. Despeje o restante da massa por cima e asse em forno pré-aquecido quente (200’C) por 50 minutos. Caso comece a dourar muito, cubra-o com papel alumínio. Glacê: numa panela, misture o açúcar, a água, a manteiga e o chocolate e deixe-os dissolverem em fogo lento, mexendo sempre. Retire do fogo e bata com uma colher de pau até amornar. Junte as gemas e continue a bater até esfriar completamente e a mistura adquira uma consistência cremosa. Aromatize com a baunilha e espalhe esse creme o bolo e dos lados. Polvilhe com castanhas-do-pará picadas. Obs: pode substituir as castanhas por nozes. O efeito é o mesmo.

Bolo com Cobertura de Chocolate
200 gramas de açúcar, 3 ovos, 4 colheres (sopa) de açúcar, 150 gramas de farinha de trigo, 50 gramas de amido de milho, baunilha, 2 colheres (chá) de fermento em pó.
Bata muito bem as gemas, o açúcar, a baunilha e a água (até dar consistência de massa de pão de ló). Junte então a farinha, o amido de milho e o fermento em pó. Por último as claras batidas em neve. O bolo, depois de pronto e frio, é cortado ao meio e confeitado com o seguinte glacê, que servirá também de cobertura: Leve ao fogo (banho-maria) 2 claras de ovos, 100 gramas de açúcar e um pouquinho de baunilha. Bata até que o creme esteja morno. Tire então do fogo e junte aos poucos, batendo bem, 100 gramas de manteiga. Quando estiver bem batido, junte 3 ou mais colheres de chocolate.

Bolo com Chocolate
1 3/4 xícara (chá) de farinha de trigo, 1 colher (sopa) de fermento para pão, 1/2 xícara (chá) de leite, 1/4 xícara (chá) de manteiga ou margarina, 3 colheres (sopa) de açúcar, 1/2 colher (chá) de sal, 1 ovo, 1/2 xícara (chá) de chocolate meio amargo picado. Glacê: 1 xícara (chá) de açúcar de confeiteiro, 1/4 colher (chá) de baunilha, 1 1/2 colher (sopa) de leite.
Coloque na tigela grande da batedeira 1 xícara de farinha de trigo e o fermento esmigalhado. Aqueça o leite, a manteiga ou margarina, o açúcar e o sal, mexendo sem parar para derreter a manteiga. Adicione a farinha com o fermento. Junte o ovo e bata na batedeira em velocidade baixa por 30 segundos, raspando todos os lados da tigela. Bata por mais 3 minutos em alta velocidade. Junte a farinha restante, mexendo com uma colher de pau. Adicione os pedacinhos de chocolate. Misture bem. Coloque numa fôrma pequena de buraco no meio bem untada. Deixe crescer durante 50 minutos. Asse em forno quente por 12 a 15 minutos. Glacê: misture o açúcar de confeiteiro, a baunilha e o leite. Retire o bolo da fôrma ainda morno e respingue com o glacê. Sirva morno ou frio.

Bolo com Pedacinhos de Chocolate
6 colheres (sopa) de açúcar, 3 colheres (sopa) de chocolate em pó, 1 1/2 colher (sopa) de água, 1/2 xícara (chá) de manteiga ou margarina em temperatura ambiente, 1 xícara (chá) de açúcar, 2 ovos, 1 colher (chá) de baunilha, 1 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo, 1 colher (chá) de fermento em pó, 1/2 xícara (chá) de leite, 1/2 xícara (chá) de pedacinhos de chocolate meio amargo.
Misture o açúcar e o chocolate em pó numa panela pequena. Junte a água. Deixe levantar fervura mexendo até que fique liso e cremoso. Deixe esfriar completamente. Aqueça o forno em temperatura média (180’C). Unte e polvilhe com farinha uma fôrma de bolo inglês de uns 24cm x 10 cm. Bata a manteiga ou margarina até que fique cremosa. Aos poucos junte o açúcar batendo bem. Adicione os ovos um de cada vez, batendo muito bem após cada adição. Acrescente a baunilha, a farinha e o fermento à massa, alternadamente com o leite. Junte os pedacinhos de chocolate. Despeje 1/3 da massa preparada na fôrma untada levantando-a um pouco nos lados. Divida a massa restante ao meio. Misture um parte com o creme de chocolate em pó já frio. Coloque as colheradas sobre a massa na fôrma, deixando as bordas em volta de mais ou menos 1 cm. Cubra a massa branca restante. Asse por uns 90 minutos, ou até que enfiando um palito ou garfo, estes saiam limpos. Deixe esfriar por 10 minutos na fôrma. Desenforme e deixe esfriar completamente. Pode ser servido com chantilly à parte. Rendimento: 16 porções.

Bolo de Aniversário (para 08 pessoas)
140 gramas de chocolate ao leite, 140 gramas de açúcar, 80 gramas de farinha de trigo, 80 gramas de manteiga, 6 ovos, Glacê de chocolate: 100 gramas de chocolate ao leite, 100 gramas de creme de leite. Glacê de limão: 1 limão (suco), 400 gramas de açúcar de confeiteiro.
Ligue o forno. Derreta o chocolate em banho-maria, junto com a manteiga. Separe as claras das gemas. Numa tigela grande, misture as gemas com o açúcar e bata as claras em neve, bem firme. Junte o chocolate e a manteiga,derretidos com a mistura de gemas e açúcar, depois a farinha, em seguida as claras em neve, bem devagar. Unte bem uma fôrma de bolo redonda (22 cm de diâmetro). Coloque a massa e leve ao forno por uma hora. Durante o cozimento, prepare os glacês. Misture o suco de limão e o açúcar de confeiteiro. Derreta o chocolate em banho-maria e junte o creme de leite. Leve ao refrigerador por meia hora. Quando o bolo estiver cozido e frio, retire da fôrma e ponha num prato redondo, decorado com papel prateado ou dourado. Cubra os lados do bolo com glacê branco e a parte de cima com o glacê marrom.

Bolo de Cenoura
3 cenouras tamanho médio limpas e cortadas em pedaços, 1 xícara (chá) de óleo, 2 xícaras (chá) de açúcar, 1 pitada de sal, 3 ovos inteiros, 3 xícara (chá) de farinha de trigo, 1 colher (sopa) de fermento em pó.
Leve ao liquidificador a cenoura, o óleo, o açúcar, o sal e os ovos e bata bem. Despeje numa tigela e acrescente a farinha e o fermento. Misture bem. Leve para assar em fôrma untada e forno quente.

Bolo de Chocolate
3 colheres (sopa) de manteiga, 2 xícaras (chá) de açúcar, 3 ovos, 3 colheres (sopa) de chocolate em pó, 1 xícara (chá) de leite, 2 xícaras (chá( de farinha de trigo, 1 colher (sopa) de fermento em pó. Cobertura: 1 lata de leite condensado, a mesma medida de leite, 4 gemas, 1 vidro pequeno de leite de coco, 1 colher (chá) de baunilha, 1 pacote de coco ralado.
Bata bem a manteiga, com o açúcar. Junte as 3 gemas e o chocolate em pó, alternadamente com o leite e a farinha de trigo e o fermento. Por último acrescente as claras em neve, misturando levemente. Despeje numa fôrma retangular untada e leve ao forno médio (175’C), por aproximadamente 40 minutos. Fure com um garfo o bolo ainda quente, despejando a cobertura na própria fôrma. Cobertura: Leve ao fogo em banho-maria todos os ingredientes, tomando o cuidado de passar as gemas numa peneira, mexendo sempre até obter consistência (cerca de 30 minutos). Rendimento: 15 a 20 pedaços.

Bolo de Chocolate com Laranja
1 xícara (chá) de manteiga, 2 xícaras (chá) de açúcar, 3 ovos, 1 xícara (chá) de chocolate em pó, 3 xícaras (chá) de farinha de trigo, 2 colheres (sopa) de fermento em pó, 1 xícara (chá) de leite. Recheio: 3 ovos batidos, 1/2 xícara (chá) açúcar, 2 tabletes de chocolate meio amargo (40 gramas cada), 3 colheres (sopa) de manteiga, 1/2 xícara (chá) de suco de laranja, 1 lata de creme de leite gelado e sem soro.
Bata bem a manteiga e o açúcar, coloque as gemas e continue a bater. Então junte o chocolate e bata mais um pouco. Reserve. Peneire a farinha com o fermento e vá juntando à mistura reservada, assim como o leite. Acrescente as claras em neve, apenas misturando. Unte uma fôrma redonda com manteiga, despeje a massa e leve ao forno moderado por 30 minutos. Desenforme e deixe esfriar. Recheio: leve ao fogo brando os ovos batidos com o açúcar. Junte o chocolate, mexa sem parar até obter uma massa homogênea e cremosa. Deixe esfriar. Adicione a seguir a manteiga, previamente batida em creme. Acrescente o suco de laranja e o creme de leite. Mexa tudo muito bem e deixe esfriar. Recheie e cubra o bolo com essa mistura. Polvilhe com chocolate granulado.

Bolo de Coco
1/2 coco ralado, 2 xícaras (chá) de açúcar, 2 xícaras (chá) de farinha de trigo, 1 xícara (chá) de amido de milho, 1 xícara (chá) de leite, 200 gramas de manteiga, 3 ovos, 1 colher rasa de fermento em pó.
Bata-se muito bem a manteiga com o açúcar. Juntam-se, batendo sempre, os ovos um a um. Adicione a farinha, o fermento em pó e o amido de milho, alternando com o leite. Por último o coco ralado. Depois de pronto, o bolo é coberto de suspiro e enfeitado com a outra metade do coco ralado.

Bolo Especial de Aniversário
450 gramas de açúcar refinado, 5 ovos, 250 gramas de farinha de trigo, 45 gramas de amido de milho, 1 colher (sopa) de fermento em pó, 1 copo (americano) de leite, 2 colheres (sopa) de manteiga ou margarina.
Bata o açúcar com os ovos até dobrar de volume. Esquente o leite com a margarina ou manteiga e vá misturando na massa, alternando com a farinha, o amido de milho e o fermento, mexendo sem bater. Asse em tabuleiro untado e forrado com papel também untado. Forno pré-aquecido. Temperatura moderada (175’C), por 30 a 40 minutos.

Doce de Abacaxi: 2 abacaxis descascados e picados, 2 copos (americano) de água, 500 gramas de açúcar granulado. Cozinhe tudo junto até obter um doce sem muito caldo.

Licor de Abacaxi: as cascas dos abacaxis, 1/2 litro de água, 250 gramas de açúcar granulado, 2 copos (americano) de aguardente. Ferva as cascas com a água até murcharem. Coe e ferva com o açúcar até obter uma calda em ponto de fio fraco. Retire do fogo e junte a aguardente.

Creme: 2 latas de leite condensado, 2 latas de leite (a mesma medida da lata de leite condensado), 4 gemas. Junte e deixe engrossar em fogo baixo, mexendo sempre.

Glacê: 500 gramas de margarina, 200 gramas de gordura hidrogenada, 2 latas de leite condensado, 1 colher (sopa) de baunilha. Bata a manteiga com a gordura hidrogenada até ficarem cremosas e ligadas. Continue batendo e vá acrescentando o leite condensado. Aromatize com a baunilha e reserve fora da geladeira.

Calda espelhada: 320 gramas de açúcar granulado, 1 copo (americano) de água, 1 colher (café) de suco de limão. Ferva a água com o açúcar. Quando formar fio grosso, acrescente o limão e aguarde o ponto de quebrar, que se reconhece jogando algumas gotas num copo com água fria. Se estar, está no ponto. Passe nas frutas e deixe esfriar, colocando-as numa superfície untada.

Montagem: Umedeça a primeira camada do bolo com o licor, passe uma camada de creme, cubra com uma porção de doce e repita a operação com as massas restantes. Cubra todo o bolo com o glacê, trabalhando-o com um saco de confeitar. Enfeite com as frutas espelhadas.

SORVETE DE CHOCOLATE

INGREDIENTES:1 tablete de Chocolate Meio Amargo,1 lata de Leite condensado a mesma medida (da lata) de leite,raspas de chocolate ou chocolate granulado para decorar. MODO DE PREPARO:Derreta o Chocolate Meio Amargo em banho-maria. Coloque no liquidificador o Chocolate derretido, o Leite condensado, o leite e bata bem. Despeje a mistura em fôrma de gelo ou em recipiente refratário raso e leve ao congelador por aproximadamente 3 horas. Sirva em taças, decoradas com raspas de chocolate ou chocolate granulado. DICAS:Querendo, substitua o Chocolate Meio Amargo pela mesma quantidade de Cobertura Chocolate com Leite.Se preferir, acrescente à mistura meia xícara (chá) de castanhas-de-caju torradas e picadas.

SORVETE DE ABACAXI

INGREDIENTES:1 lata de Leite condensado,1 garrafa de suco de abacaxi concentrado,1 lata de Creme de Leite,2 colheres (sopa) de suco de limão,2 fatias de abacaxi para decorar,folha de hortelã para decorar. MODO DE PREPARO:Bata no liquidificador, o Leite Moça, o suco de abacaxi, o Creme de Leite e o suco de limão. Coloque em um recipiente refratário e leve ao freezer por cerca de 6 horas. Sirva a seguir, decorado com fatias de abacaxi e folhas de hortelã. DICA:Se desejar, utilize suco de abacaxi natural. Neste caso cozinhe o abacaxi com um pouco de água e açúcar antes de bater no liquidificador.

Receita de Pão caseiro delicioso!(Ótimo para festas infantis servido com patê).

PÃO CASEIRO INGREDIENTES: 400g de farinha Rilla 100g de maisena 01 tablete (7g) de fermento biológico instantâneo Oetker 2 colheres (sopa) de açúcar 01 colher (chá) de sal 450ml de água morna 02 colheres (sopa) de óleo MODO DE FAZER Misturar os ingredientes secos, acrescentar a água morna com o óleo e bater até a massa ficar cremosa. Colocar na forma de pão (tamanho grande) ou retangular (para bolo). Pincelar com óleo, cobrir a forma com pano e deixar fermentar por vinte minutos. Assar em forno médio pré-aquecido, até ficar levemente dourado (30 minutos).

OUTRA DICAS IMPORTANTES NA HORA DE UM ALMOÇO OU JANTAR

Os talheres, as facas ficam à direita, com o guardanapo virado para o prato, e os garfos,à esquerda (com os dentes para cima com mostra as figuras abaixo), na ordem de uso. O lugar da colher é à direita, por fora das facas. E os talheres de sobremesa devem ser colocados acima do prato.

ALMOÇO

Um dos detalhes mais importantes de um jantar ou almoço formal é a arrumação da mesa, além do que será servido.
É lógico que não convém você servir um sanduíche numa mesa com arrumação para um jantar formal, portanto, prepare a mesa de acordo com o que for servir.

Os copos, sempre à direita do prato principal, na ordem, a partir do copo mais próximo do prato: água, vinho tinto, vinho branco ( para o jantar ). O tamanho é decrescente e a disposição, em diagonal. Champagne, a taça ou flute deve ficar à direita do copo de água e um pouco mais adiante

Um arranjo de flores e velas sempre dá um ar mais festivo a sua mesa, mas utilize flores não muito chamativas para não roubar a atenção, pois o astro da noite é a mesa e a comida, use-os apenas para dar um toque.

A sopa, se houver, deve já estar servida quando os convidados se sentarem à mesa. O mesmo para a água. Um forro debaixo da toalha evita que escorregue; convém que seja da mesma cor, ou de cor semelhante.

No jantar americano, a comida já deverá estar na mesa quando os convidados começarem a se servir. Coloque do lado da mesa, pilhas de pratos, talheres lado a lado, guardanapos, para que o convidado possa pegar para se servir, e não deixe que faltem pratos.

Caviar
O Caviar são os ovos do esturjão, um peixe encontrado na região dos mares da Europa Oriental. Apesar de ser peixe de água salgada, ele desova nos rios que deságuam no mar. E chega desovar cerca de 3 a 5 milhões de ovos, ou o que chamamos de Caviar. Há também caviar de outras espécies de peixes marinho, como o de Salmão, o que chamamos de caviar rosa, e do esturjão é conhecido como caviar preto.
A maneira mais comum de servir o caviar é com torradas, ou au blinis (tipo de uma panqueca), sempre como aperitivo ou entrada e jamais como um jantar. Uma boa dica é servir com torradas coberta com manteiga e com limão cortadas bem finas para não prejudicar o sabor do Caviar, afinal de contas, você está servindo caviar e não limão.
Você só encontra caviar importado, em potes e para manter bem conservado coloque na geladeira com a tampa bem vedada para que não perca o gosto ou pegue o gosto de outros alimentos contidos na geladeira.

Alcachofra
A alcachofra é uma flor, mas é comida enquanto botão. Tem folhas entre o verde e o lilás, muito ricas em vitaminas C, usadas também na preparação de remédios. A colheita começa quando acaba o frio e pode ser encontrada, nessa época, em qualquer feira livre.
A parte comestível é a base da folha que se gruda ao pé, onde há um espécie de “carninha” macia e muito saborosa. Mas a parte nobre é o fundo da alcachofra, de sabor mais requintado. Serve-se cozida, como entrada, com um molho à base de vinagre ou de manteiga (conforme o gosto pessoal).
As folhas são retiradas com a mão, uma a uma, e a ponta macia é mergulhada no molho (que deve estar em pequenos recipientes individuais, junto ao prato) e retirada com a ponta dos dentes. Depois, a folha é colocada na beira do prato. Para chegar ao fundo da alcachofra, é necessário retirar delicadamente os pêlos amargos que o recobrem, com o garfo e faca, cuidado para que ele não se desmanche.
Regado com um pouco de molho, é uma verdadeira delícia.Como se come as folhas com a mão,a lavanda deve acompanhar. Pode-se, no entanto, preparar também só o fundo da alcachofra, cozido com vinho branco, óleo e hortelã, por exemplo, como recomenda uma antiga receita romana.

Fondue
Fondue significa Fondre que em francês é derreter, esse prato já comum no Brasil principalmente na época do inverno. Há vários tipos de fondue, e os mais comuns são, de queijo, (Tradicional suíço ), e o de carne, ( Borgonha- França).
Os elementos básicos para o preparo são simples, mas é necessário um equipamento especial: fogareiro com uma pequena panela e garfos de cabo longo com dois dentes. Este equipamento é fácil de encontrar até em supermercados. Os materiais são muitos (da ágata, aço inoxidável, cobre, à prata). O preparo do fondue de queijo, usa-se o de tipo suíço ou do tipo prato, na proporção de 200 gramas por pessoa, procure não arriscar fazer no dia em que há os amigos em casa, faça experimentos para evitar constrangimento e ter que chamar pizzas.
Corte o queijo em cubinhos e aqueça no fogão com um pouco de leite, até derreter. Acrescente vinho branco e kirsch (licor extraído de cereja). Depois, a mistura é despejada na panelinha que está na mesa sobre um fogareiro aceso, utilize álcool para aquece-lo, jamais use outros combustível como querosene, etc.. Cada pessoa espeta um cubinho de pão francês, ou qualquer outro tipo de pão a seu gosto, mas sempre cortado com um lado com a casca, pois só o miolo não há como o garfinho segurar por muito tempo, mergulhe no queijo antes de comer . Use com acompanhamento um bom vinho tinto.
O founde de carne, usa-se filé mignon fresco e cortado em cubos e mergulhe no óleo bem quente que está na panela. Depois de frita, a carne é passada em diversos molhos (maionese, sauce tartar, mostarda, picles, etc.), que devem estar espalhados na mesa, em pequenos potinhos. Use como um bom vinho tinto e pão branco.
Cuidados: Nunca coloque a panela sobre uma mesa na qual as pernas não estão firmadas no chão, pois não se esqueça que há óleo quente, ou queijo derretido e o álcool nessa panela. E mantenha distante de criança;
-Cuidado para não levar à boca o queijo derretido muito quente. Fique atento para que o óleo não fique quente demais e cuidado para não colocar os garfinhos molhado com água, seque bem antes de utiliza-los. Fique atento se o queijo não está queimando no fundo, caso você perceba através do cheiro, apague o fogo sem assoprar, utilize o utensílio apropriado.
É divertido comer fondue, servir para uma roda de amigos em torno de uma única panela no centro da mesa. Antigamente era considerado um utensílio sofisticado e caro, hoje em dia você poderá encontrar em qualquer lojas por um preço acessível. Normalmente vem a receita na embalagem da panela.

Ostras
É um molusco que vive no interior de uma concha acinzentada, que se fixa em rocheados da orla marítima.É considerado muito nutritivo e é afrodisíaco.
Servidas como entrada e abertas sobre gelo picado, e em pratos individuais juntamente com limão cortado em gomos. Para comer, espreme-se o limão, segura-se a concha com a mão esquerda e retira-se o molusco com um garfo específico e de três dentes, mas informalmente você poderá usar garfos comuns de sobremesa, ou então levar diretamente à boca. Neste caso, o prato vem acompanhado de lavanda que é um cumbuca de vidro ou de outro material com água morna com gotinhas de alfazema ou limão para limpar a ponta dos dedos ao término da alimentação. Que tal uma bebida? Um vinho branco gelado é uma ótima idéia.
Não é muito difícil encontrar ostras, mas procure em um peixarias de confiança, porque é importante que estejam absolutamente frescas e jamais guarde esse alimento. As conchas normalmente vêm fechadas e no preparo deverão ser abertas com a ponta da faca. O molusco que está dentro contrai quando tocado. Comer em excesso poderá ser desastroso, o mesmo para ostras não muito frescas, evite arriscar-se.

Escargot
Molusco terrestre, é encontrado nos bosques franceses, de muito valor é raramente consumido no Brasil por ser muito caro, e com certeza importados. Normalmente vem em latas que vem apenas a carne do escargot e são colocados dentro do próprio caracol para o preparo e servir. Prepare um molho à base de alho, salsa, manteiga, noz-moscada e ervas aromáticas importadas (de Provence) estragão, tomilho, segurelha e outras. Coloque um pouco de molho. Em seguida, eles serão arrumados com a boca para cima em um prato especial, antes de ir ao forno. Este prato tem pequenas cavidades próprias para acomodar o caracol, e é refratário. Se o caracol vazio não for encontrado,podem-se acomodar a carne e o molho em cogumelos grandes,com o talo cortado, virados com a parte côncava para cima. Depois de 7 minutos no forno bem quente, vai direto para a mesa, arrumando como está. Para comê-lo, há talheres especiais: uma pequena pinça na mão esquerda segura o caracol enquanto a carne é retirada com um garfo de dois dentes. A quantidade mínima por pessoa é de meia dúzia. Acompanha pão branco (a tradição francesa manda limpar o molho do prato com o pão) e o vinho tinto, mais próprio para acompanhar um molho tão ativo e aromático.
Talvez o maior problema em comer escargot esteja no equipamento especial que exige quando se quer servir dentro dos padrões de etiqueta tradicionais. Um jogo de pratos e pinças custa caro e é difícil de encontrar. Mas isso não deve ser impedimento: com a imaginação e vontade de provar o escargot, esses “tropeços” técnicos podem ser driblados com o que você tem em casa.

Lagosta
Apesar de não ser um prato muito barato, em restaurantes principalmente, é um dos crustáceos mais conhecidos e apreciados no Brasil. Habitantes das costas atlânticas e mediterrâneas, ela aqui é pescada intensamente na plataforma continental de Pernambuco e Rio Grande do Norte. As lagostas atingem o tamanho máximo de 40 centímetros de comprimentos, têm cor vermelho-acastanhada, carapaça grande e espinhosa, e carne muito branca. Mas é sempre melhor optar pelas de menor tamanho, de sabor mais pronunciado, facilmente encontradas congeladas em peixarias. Sempre que possível, recomendam os conhecedores que sejam compradas vivas.
Há muitas maneiras de preparar a lagosta: uma das melhores é cozinhando em um caldo temperado com louro, limão, cebola e cenoura. Depois de pronta, tira-se a casca, corta-se a carne em rodelas e serve-se fria com maionese. Outra maneira gostosa de comer é cortada ao meio, no sentido do comprimento e assada na grelha (mas não muito:quanto mais cozinha, mais fibrosa fica). Depois, serve-se dentro da casca, regando com manteiga derretida e suco de limão. Se solta a carne da casca com a ponta da faca, pelas bordas. Em seguida, coloca-se a faca sob a cauda para levantá-la. Na cabeça, a mesma coisa, tirando a parte verde que está grudada na carne. O talher usado é o próprio para peixes que vem no faqueiro tradicional. Acompanha vinho branco gelado ou Dry Martini com gim.

Sushi & Sashimi
Comida de origem japonesa, atualmente é comum encontrar restaurantes japoneses no Brasil e muito apreciados por causa do seu baixo teor de calorias além do seu delicioso sabor. Qual o sabor do sashimi? (Peixe cru) O sabor bem leve de peixe, talvez bem menos que peixes cozido e muito pouco enjoativo. Hoje em dia é muito comum restaurantes e rodízios de sushi, atualmente o sushi e sashimi é considerado por “ocidentais” um alimento saudável , leve e com poucas calorias.
Peixes mais utilizados para o preparo do sashimi são: Atum e o Salmão; e o mais raro e mais caro é o sashimi de baiacu, que só deverá ser preparado por especialistas com certificações, porque o baiacu possui uma glândula que deve ser removido por sushi-man’s(homens especializados em preparar este tipo de comida) especialistas, pois o líquido contido nessa glândula , é altamente venenoso, ou melhor mortal, um descuido qualquer, uma gota seria suficiente para matar uma pessoa.

Tipos de alimentos classificados por seções:
1 – Aperitivo: Azeitonas, Canapês, Talos de aipo, Biscoitos salgados, Amendoim torrado Castanha de cajú, Cubinhos de queijo, Camarão frito, Frios em cubos. Polenta.
2 – Tira Gosto: Croquetes Empadas, Sanduíches, Quibe, Coxinhas de galinha Bolinho de bacalhau, Bolinho de camarão, Salsichão, Linguiça, Torresmo,Sardinha Minipizza, Batata frita, Mandioca frita.
3 – Entradas: Frios sortidos, Mousses salgadas, Ostras, Coquetel de camarão, coquetel de Lagosta, Casquinhas de siri, Saladas de maionese, Melão com presunto, Caviar.
4 – Sopas: Caldo Frio, Quente, Cremes de legumes, Creme de tomate, Creme de ervilha, Creme de Ervilha com bacon, etc.
5 – 1º Prato: Peixe, Bacalhau, Camarão, Escabeche, Lagosta, Mariscos, Siri, Codornas, Frango, Pato, Peru, Strogonoff de frango.
6 – 2º Prato: Carne assada, Roast beef, Grelhados, Vitela, Bifes empanados, Strogonoff de carne, Pernil, Bistecas, lombinho de porco, Coelho. Presunto, Carneiro,
7 – Guarnições: Arroz, Batata, Farofa, Polenta, Frituras, Refogados, Legumes, Saladas cozidas, saladas cruas, Banana frita, Ameixa seca, batata frita.
8 – Prato Único: Feijoada, Mocotó, Angú, Cozido, Bacalhoada, Macarronada, Churrasco, Galeto Bobó de camarão, Pastas, Pizza,etc.
9 – Sobremesas: Frutas, Cremes de frutas,Sorvete, Gelatina, Compotas, Mousse doce, Pudim, Bolo, Torta, etc.

Tabela de composição
Almoço ao Ar Livre: 1 – 6 – 9
Almoço Formal:
1 – 3 – 5 – 6 – 9
Almoço Informal:
4 – 5 – 9 ou 3 – 6 – 9 ou 1 – 8 – 9
Buffet:
2 – 3 – 5 – 8 – 9
Ceia:
4 – 2 ou 5 – 9 ou 4 – 3 – 9 ou 6 – 9
Chopada com Amigos:
1 – 2
Coquetel Simples:
1
Coquetel Semi-Formal:
2 – 3
Coquetel Formal:
2 – 3 – 5 – 6 – 9
Jantar Simples:
1 – 3 – 6 – 9
Jantar Semi-Formal:
1 – 3 – 4 – 5 – 6 – 9 ou 1 – 3 – 4 – 5 – 9
Jantar Formal
: 1- 3 – 4 – 5 – 6 – 9
Alface e folhas em geral
Não se deve cortar folhas de alface ou de quaisquer outros tipos de folhas, mas se necessário você poderá rasgar a folha, para em seguida dobrá-la em forma de “trouxinha”.

Azeitonas
Se fizer parte do couvert, come-se com a mão, devolvendo o caroço à mão em forma de concha. Quando a azeitona fizer parte do prato que foi servido, você devolverá o caroço no garfo, mas em ambos os casos você depositará o caroço no canto do prato, ou na caroçadeira que estiver a sua frente.

Batatas
As batatas cozidas, fritas e/ou “sautés”, devem ser comidas com o auxílio do garfo; já as batatas “chips” podem ser comidas com o auxílio das mãos.

Pão
Na hora de comer o seu pedacinho de pão à mesa, saiba que não poderá cortá-lo com a faca e sim com a ajuda das mãos.

Sanduíches grandes
Deverão ser comidos com auxílio do garfo, os pequenos poderão ser comidos com as mãos.

Consommé ou Soupé
O comsommé ou soupé é servido em um recipiente que tem duas alças, parecendo com uma xícara. A forma correta de tomar comsommé ou soupé é com o auxílio da colher de sopa. Há pessoas que costumam tomá-lo segurando a “consomeira” pela duas asas.

Frango
Não se deve comer frango com as mãos, por mais descontraída que seja a ocasião. Se o frango estiver sendo servido à mesa, você o comerá com garfo e faca, mas para não deixar outras pessoas constrangidas você poderá segurá-lo com as mãos, protegendo-as com um guardanapo de papel.

Macarrão (spaghetti, taglierini)
Deve ser enrolado no garfo e comido com o auxílio de uma colher, segura pela mão esquerda. Não se deve cortar o macarrão para comê-lo.

Mexilhões
Retira-se o mexilhão de dentro da casca com ajuda de um garfo próprio para comer mexilhões. Se ele for servido fora da casca, você usará o garfo de peixe.

Frutas
Frutas frescas na mesa é um hábito saudável, e para torná-lo mais saudável e agradável, vamos aprender como comer essas frutas (Obs.: Ë necessário que se coloque um tigelinha acima do prato da fruta e do lado esquerdo; dentro
desta tigela estará a lavanda que deverá ser usada logo após você terminar de comer a fruta.):

Abacaxi
É apresentado em rodelas. Com o garfo e a faca você come aos pedaços, deixando a parte rija.

Abacate
Em reuniões íntimas, você deve comê-lo com a colher de sobremesa. Mas se for apresentado inteiro, com a ajuda da faca você deve cortá-lo ao meio, tirando o caroço com a ajuda da colher e acrescentando açúcar se desejar.

Laranja
Quando servida inteira e já descascada, come-se de garfo e faca, tirando os gomos. Se a laranja vier inteira, mas sem estar descascada, o procedimento correto é : fixa-se o garfo no alto da fruta, e com o garfo vai-se descascando a fruta em pedaços, de cima para baixo.

Morangos
Morangos graúdos necessitam de garfo e colher para que não escorreguem no prato. Quando servidos sem cobertura de chantilly, deverão estar à mesa em uma bonita travessa, sob raspas de gelo.

Manga
É cortada nos quatros lados do caroço, e comida com ajuda do garfo e da faca : raspa-se a polpa da fruta com a faca para comer com o garfo.

Uvas
São comidas com os dedos. Com a mão em concha, retire as sementes da boca e deposite-as na beira do prato. Ameixas, cerejas, amoras e jabuticabas comem-se da mesma forma.

DICAS DE SUCESSO

“Convidar é uma das artes de saber receber. “

O primeiro passo antes de formular um convite seja ele formal ou não, social ou para jantares de negócios, tome como regra básica: comece pela lista de convidados, ou seja não sai por aí formulando convites só para fazer volume na sua recepção. Faça a distribuição correta dos convidados, quem fará parceria com quem, tente reunir pessoas do mesmo nível intelectual.

Não se convida um casal que tenha acabado de se separar, mesmo que cada um já esteja em outros planos, pode parecer provocação, principalmente se você for mais amiga de um do que do outro.

Se o jantar foi elaborado para se tratar de negócios, os homens formulam o convite e as suas senhoras acertam os detalhes;

No caso de convites apenas sociais,
repete-se o item acima, já o convite entre casais o de costume é a mulher formular o convite através da mulher do outro casal;

Não se deve formular convites na frente de terceiros;

Antes de entregar convites formais ligue e marque uma hora para que a pessoa possa te receber com a mesma atenção que você está tendo, em entregar-lhe o convite pessoalmente;

Só mande convites
pelo correio, para pessoas que moram em outras cidades e que você não possa entregar pessoalmente; Convites formulados pelo telefone, podem ser feito com uma semana de antecedência e confirmado pelo conviva até 48 horas antes do evento;

Entende-se por convites formais, todos os convites que forem feitos por escrito, e devem ser entregues:
casamentos: 30 a 15 dias de antecedência, os convites de casamentos com mandados pelo correio deve ser confirmado por telefone;
aniversário/debutante: 20 à 15 dias de antecedência;
jantares formais: 15 à 10 dias de antecedência;
batizados: 15 à 10 dias de antecedência ( os convidados para esta ocasião deve ser restrito a familiares e pessoas muito íntimas da família);
chás beneficentes, a hostes deverá entregar essa tarefa para a patronesse do chá, onde a mesma deverá entregar com uma antecedência mínima de 10 dias;

Dica: É de bom tom o que o organizador do evento, recepção etc., coloque no convite formal o traje a ser usados pelos convivas e em alguns casos até mesmo a sigla RSVP em português “Responda, por favor,”, caso seja do
interesse do organizador saber o numero exato de seus convidados.

As regras básicas são as seguintes:
O vinho branco, sempre servido bem gelado, acompanha os peixes e ostras. O tinto, servido à temperatura ambiente, acompanha a carne, caças, etc.

A seguir, um roteiro de como e com qual vinho se servem os seguintes pratos:
SOPA:
– Xerez ou vinho madeira
MARISCOS E OUTROS CRUSTÁCEOS: – Vinho branco seco, verde ou ainda vinho branco doce
CARNES: – Conforme o tipo de carne serve-se vinho tinto mais encorpado ou mais leve
À SOBREMESA: – Vinho do porto
AO CAFÉ: – Brandy (aguardente velha) e licores.

NUNCA use palavras que você não esteja acostumado ou que não faça parte do seu vocabulário. Evite gafes, que lhe deixará contrasgido (a).

Por: Crazy Love

51 comentários

  1. Simone

    gostei muito me ajudou demais!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *