Linguagem Corporal – Pernas

Linguagem das Pernas – Princípios da Linguagem Corporal
Um estudo da Universidade da Califórnia apontou que leva 4 minutos para uma pessoa formar a primeira impressão sobre alguém. Sabe-se também que 55% da comunicação é baseada na linguagem corporal. As pessoas não tem consciência do que as pernas fazem e não consideram a possibilidade de simular gestos com as pernas e pés.

A linguagem corporal mostra o que você realmente está sentindo, por isso é importante aprender a reconhecer alguns gestos. É válido lembrar que todos os gestos devem ser interpretados em conjunto e não isoladamente.

Linguagem das Pernas – Modo de Andar
As pessoas podem não perceber, mas o modo de andar pode dizer muito sobre sua personalidade. Pessoas saudáveis, jovens andam mais depressa do que as mais velhas, levantam mais os braços para frente e para trás. Às vezes chegam a dar a impressão de marchar, devido à sua flexibilidade e velocidade.

Você sabia?

  • A marcha militar evoluiu para um caminhar exagerado para exprimir a ideia de vigor e juventude.
  • Muitas personalidades públicas utilizam esse caminhar para passar essa ideia de vitalidade.
  • As passadas largas são populares entre os políticos.

Linguagem dos Pés – Os Pés e a Verdade
Uma pesquisa mostrou que quando as pessoas foram instruídas a mentir convincentemente, aumentava sensivelmente a quantidade de movimentos que os pés faziam. Para o cérebro, sacudir os pés é como se estivesse tentando fugir. A maioria ainda tentou controlar os movimentos das mãos e as expressões faciais, mas quase não tinham consciência dos pés.

Isso mostra que uma pessoa tem mais chances de saber se alguém está mentindo se puder olhar toda a linguagem corporal. O cérebro humano está programado para comandar as pernas a ir em direção do que deseja e se afastar do que não quer. Ou seja, pela forma que uma pessoa usa suas pernas podemos saber onde ela deseja ir.

De uma maneira geral pernas afastadas ou descruzadas mostram atitudes abertas e dominantes, enquanto que pernas cruzadas revelam o contrário, atitudes fechadas e até inseguras.

Saiba mais:
Quando a mulher não se interessa pelo homem, cruza os braços e as pernas, sinalizando “acesso interditado”.

Linguagem das Pernas – De Fechados a Abertos

  • Cruzar pernas e braços representa que a pessoa se retirou emocionalmente da conversa.
  • Se você está conversando e tentando convencer alguém que esteja sentado nessa posição, fazer com que a pessoa descruze as pernas antes facilita a aceitação da sua ideia.
  • Uma forma de conseguir isso é mostrar alguma coisa para ela, convidar para se sentar do seu lado ou dar algo para ela segurar como uma xícara de café.
  • A partir do momento que se começa a sentir mais confortável, a pessoa executa uma série de movimentos que faz passar da posição defensiva para uma mais aberta e descontraída.
  • Começando na posição fechada, com mãos e pernas cruzadas, a pessoa mais à vontade passa a descruzar as pernas e juntar os pés na posição de sentido.
  • Depois se solta o braço que está por cima do outro, mostrando a palma da mão de vez em quando durante as conversas.
  • Aos poucos as mãos se soltam, liberando a “barreira”, e passam a segurar a parte externa do outro braço até que aos poucos os braços se descruzam e um deles é usado para gesticular ou se apoiar no quadril ou então colocar no bolso.
  • Até que se assume a posição do pé à frente, que simboliza a aceitação da outra pessoa.
  • Esse mesmo processo acontece em toda a parte.

Saiba mais:
Observou-se que pessoas que se sentam com braços e pernas cruzadas em situações de negócios falam com frases mais curtas, rejeitam mais propostas e se lembram de menos detalhes do que foi discutido em relação às pessoas que se sentam em atitude aberta. Isso demonstra que quando o corpo se fecha, a mente também se fecha e vice-versa.

Linguagem das Pernas – Principais Posições em Pé

Posição de sentido:
Posição de atitude neutra, sinaliza “sem comentários”, que é mais usada por mulheres em encontros homem-mulher.
Usada quando subalternos falam com seus superiores.
Pernas afastadas:
Gesto predominantemente masculino. Ambos os pés ficam plantados no chão com sinal de que não tem intenção de se retirar.
Também sinaliza dominação porque destaca os genitais.
Pé à frente:
O peso do corpo é transferido para um dos quadris, com o pé apontado para frente.
O é que está à frente aponta onde sua mente gostaria de ir.
Em reuniões, por exemplo, o pé aponta para a pessoa mais interessante ou atraente e quando queremos ir embora, aponta para a saída.
Pernas cruzadas:
As pessoas que ficam em pé com os braços cruzados e uma perna cruzada na frente da outra geralmente ficam a uma distância dos outros.
Pernas cruzadas exibe uma mensagem fechada, defensiva ou submissa. Pessoas pouco confiantes também usam essa posição.
Cruzar as pernas além de revelar uma postura defensiva, induz os outros a reagir da mesma maneira.
Você sabia?
Quando o homem está acompanhado de pessoas que considera inferiores, se sente confortável com as pernas afastadas. Mas quando está acompanhado de pessoas que considera superiores esse gesto o faz sentir vulnerável.

Linguagem das Pernas – Principais Posições Sentado

1. O “4 americano” travado:
Posição em que se cruza as pernas com o tornozelo sobre o joelho, denotando uma atitude competitiva. É uma posição relaxada e jovial que transmite uma sensação de mais poder. Mulheres com calças compridas também podem assumir essa posição, mas geralmente quando estão com outras mulheres. Quando a pessoa segura a perna de cima com uma ou ambas as mãos para travá-la, provavelmente é um indivíduo teimoso e obstinado que rejeita qualquer opinião que não seja a própria.
2. Trançar os tornozelos:
Os homens geralmente trançam os tornozelos, abrem as pernas e colocam os punhos fechados sobre os joelhos ou agarram os braços da cadeira.
Já as mulheres mantêm os joelhos unidos, pés apontados para um dos lados e mãos pousadas sobre as coxas, lado a lado ou uma por cima da outra.
Representa que a pessoa está retendo uma emoção negativa de dúvida ou medo. Pés para baixo da cadeira mostram alguém recuado, já que pessoas envolvidas colocam os pés dentro da conversa.
Fazer perguntas é uma técnica eficaz para que as pessoas relaxem e descruzem o tornozelo. Outra técnica é se sentar mais perto da pessoa, eliminando barreiras como mesas, por exemplo.

Você Sabia?
Observou-se entre advogados que os acusados quando sentados do lado de fora do tribunal, imediatamente antes da audiência, tinham três vezes mais chances do que os reclamantes de ter os tornozelos trançados firmemente sob suas cadeiras, tentando controlar suas emoções. Já outro estudo, com dentistas, mostrou que 68% dos pacientes que iam fazer uma revisão mantinham os tornozelos cruzados assim que se sentavam na cadeira para iniciar a sessão. Esse número passava para 98% quando iam tomar anestesia.

3. Síndrome da Saia Curta:
Mulheres que usam minissaias cruzam as pernas e trançam os tornozelos por motivos óbvios. Mas o hábito pode fazer com que mesmo que não se esteja usando minissaia, a mulher use esse gesto.

4. Enroscar as pernas:
Quase exclusivamente usado por mulheres, é marca registrada de tímidas e envergonhadas. Para desarmar esse gesto é preciso uma aproximação amigável, meiga e carinhosa.

5. Pernas cruzadas:
Esse é um símbolo poderoso de feminilidade porque os homens, devido à sua configuração óssea, não conseguem se sentar com as pernas cruzadas. Uma perna pressiona a outra, dando uma aparência jovial e saudável. As mulheres aprendem essa posição em aulas de etiqueta e de modelo profissional. Não é a atitude de cruzar e descruzar as pernas quando está do lado de um homem que a interessa. Nesse caso o objetivo é atrair a atenção para as pernas dela.
Quando há o interesse ou aceitação de alguém, a forma de simbolizar isso é cruzando as pernas na direção dela. Se há retribuição, o outro faz o mesmo gesto. A tendência é espelhar os gestos à medida que se envolvem. Lembre-se que os pés se voltam sempre para quem achamos mais atraente ou interessante.

3 comentários

  1. Adelino Curambicua

    gostei do curso

  2. LUIS FLORENCIO DA SILVA

    muito bom essas definições, gostaria se possivel receber outras informações uteis dessa natureza
    fico grato

    abraço
    luis

  3. Regina

    Amei as dicas da postura das pernas, assim fico sabendo em como me portar a frente das pessoas e, em obter um olhar mais reflexivo das pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *