Linguagem Corporal – Braços

LINGUAGEM DOS BRAÇOS
Princípios da Linguagem Corporal e as diferenças entre homens e mulheres.
Como se configura a linguagem não verbal:
  • Um dos primeiros pesquisadores da linguagem corporal, Albert Mehrabian, ainda na década de 50, verificou que em toda a comunicação interpessoal cerca de 7% da mensagem é verbal, quando que 38% é vocal (tom de voz, inflexão, sons) e 55% é não verbal.
  • Ou seja, a maior parte de nossa comunicação não é somente através de palavras.
  • Há a influência da cultura nos gestos e posturas adotados, mas os sinais básicos da linguagem corporal são os mesmos em todos os lugares.
  • Estima-se que a fala só foi desenvolvida há 2,5 milhões de anos.
  • Antes da fala, a linguagem corporal e os sons que são produzidos pela garganta foram as principais formas de transmissão de emoções humanos.
Diferenças entre homens e mulheres:
  • Algumas diferenças fisiológicas podem ser apontadas: os braços do homem fazem uma leve rotação para dentro, enquanto que o da mulher, para fora.
  • As mulheres tendem a manter os braços mais soltos quanto estão próximas de homens que as atraem e a cruzá-los sobre os seios quando próximas de homens que consideram agressivos ou pouco atraentes.
  • A percepção feminina é particularmente mais visível em mulheres que já tiveram filhos, isso ocorre porque nos primeiros anos de vida da criança a mãe recorre a canais não verbais de comunicação com a criança.
  • Existem diferenças entre homens e mulheres na percepção desses elementos não verbais.
  • De maneira geral, as mulheres tendem a ser mais perceptivas do que os homens e segundo estudos, isso se deve à sua organização cerebral.
  • Imagens de Ressonância Magnética mostram que as mulheres utilizam de 14 a 16 áreas do cérebro para avaliar o comportamento das pessoas, enquanto que os homens utilizam de 4 a 6 áreas.
  • A maioria dos homens veste o paletó colocando primeiro o braço direito. Já as mulheres começam enfiando o braço esquerdo.
  • Pode-se perceber com isso que os homens usam o hemisfério esquerdo do cérebro, e as mulheres o direito, para executar essa ação.

Um comentário

  1. Amei esse curso, que legal!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *