Curso História da Arte Renascentista

Romantismo
O estilo romântico floresceu simultaneamente ao neoclássico e também foi impulsionado pelo Iluminismo, mas tem ideologia contrária a ele. É de difícil definição, pela diversidade de obras e de temas. Alguns historiadores colocam o romantismo como estilo oposto ao neoclassicismo, mas, mesmo que seja verdade, alguns artistas tem obras de difícil categorização pela técnica e pela temática.
No romantismo os artistas são subjetivos e há a valorização dos sentimentos, das emoções, da imaginação. A temática das obras varia muito de acordo com a realidade regional. Na França, os temas costumam ser ligados (ou aludir) à situação social e política (Revolução Francesa), enquanto que em outros países a temática costuma ser a relação do homem com a natureza.

A escultura teve um papel secundário no período do romantismo. Havia composições com movimento, em oposição aos ideais praticados no neoclassicismo, e que expressavam sentimentos. Algumas superfícies não eram polidas e pareciam inacabadas. Os escultores românticos inovaram ao representar animais selvagens. Dois escultores deste período são François Rude e Antoine-Louis Barye.

Um comentário

  1. Adorei o conteudo, muito bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *