História da Arte Brasileira

Contradições e curiosidades
Algumas obras apresentadas na Semana de Arte Moderna iam contra os ideais do movimento. Por exemplo, algumas obras com referências estrangeiras contrariavam os ideais nacionalistas: “Impressão Divisionista”, de Malfatti e “Cubismo” de Vicente do Rego Monteiro.

Desdobramentos da Semana de Arte Moderna
Depois da SAM, surgiram vários movimentos modernos, muito diferentes entre si. Os que mais se destacaram foram: Movimento Pau-Brasil (primitivista, fundado em 1924 pelo casal Oswald de Andrade e Tarsila do Amaral), Movimento Verde-Amarelo (1925), que virou o Grupo da Anta (1926/29, nacionalista e ufanista, formado por Cassiano Ricardo, Menotti Del Pichica e Plínio Salgado), e o Movimento Antropofágico (1928), também fundado por Oswald de Andrade, defendia a “devoração” da cultura estrangeira para que ela fosse reelaborada.
O Movimento Antropofágico, a Pop Art e o Concretismo vão inspirar o surgimento do Tropicalismo no final da década de 1960.

3 comentários

  1. que bom que hoje as pessoas podem conhecer as estórias do brasil em qualquer lugar do mundo excelente parabéns. olha ai garotada ta mesa.

  2. Adorei, conteudo muito bem elaborado.

  3. Conteúdo muito bom, para estudantes e veteranos já desatualizados como eu gostei bastante deste curso podem conferir é ótimo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *