História da Arte Brasileira

Terceira fase: 1945-1980
O fim da Segunda Guerra Mundial e a Guerra Fria são alguns dos fatos que permearam esta fase. No Brasil, a atmosfera de democracia fez com que os artistas se afastassem da luta social e se aproximassem dos conflitos psicológicos humanos. A poesia aproximou-se novamente da métrica rígida e abandonou o verso livre de 1922. Os autores mais conhecidos da terceira fase do Modernismo são Clarice Lispector e Guimarães Rosa. A crônica teve grande destaque com Fernando Sabino, Rubem Braga e Paulo Mendes Campos. Na poesia, destacaram-se João Cabral de Melo Neto, Lêdo Ivo, Péricles Eugênio da Silva Ramos, entre outros.

Ainda na segunda fase do Modernismo brasileiro foi criada a SPAM.
SPAM é a sigla para a Sociedade Pró-Arte Moderna, criada em 1932 pela elite de artistas paulistanos. Em uma extremidade do cenário artístico de São Paulo estavam os artistas da SPAM e em outra estava o Grupo Santa Helena, formado por artistas autodidatas, imigrantes ou filhos de imigrantes italianos, espanhóis ou portugueses. Os nomes mais importantes do Grupo Santa Helena foram Alfredo Volpi, Fulvio Penacchi, Aldo Bonadei, Alfredo Rizzotti, Mario Zanini, Clóvis Graciano, Humberto Rosa, Francisco Rebolo e Manuel Martins.

3 comentários

  1. que bom que hoje as pessoas podem conhecer as estórias do brasil em qualquer lugar do mundo excelente parabéns. olha ai garotada ta mesa.

  2. Adorei, conteudo muito bem elaborado.

  3. Conteúdo muito bom, para estudantes e veteranos já desatualizados como eu gostei bastante deste curso podem conferir é ótimo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *