Curso de Investidor de Sucesso

XV – AÇÕES – MINIMIZANDO OS RISCOS

Comprar qualquer ação envolve alguns riscos, mas o grau de risco varia de acordo com o tipo de ação:

• Você pode minimizar os riscos quando compra ações de companhias bem estabelecidas e fortes financeiramente.
• Uma forma de minimizar o efeito do risco do papel é diversificar a sua carteira de ações. Quem escolhe um número pequeno de papéis está aumentando o risco específico de cada um daqueles papéis. Quem compra ações de apenas uma empresa corre todo o risco dela. Essa é justamente a vantagem da diversificação: a minimizar os riscos.
• Outra forma de se evitar o risco do papel é diversificando os setores: por exemplo, se você compra somente papéis do setor elétrico, mesmo que de várias empresas, não elimina a desvalorização pela qual todo o setor pode passar no caso de um racionamento, por exemplo, que afeta o negócio de todas as empresas do setor. Diversificar papéis e setores significa também diversificar riscos.
Como escolher ações de companhias para trabalhar para você:
As pessoas compram ações para fazer dinheiro. Fazer dinheiro com o mercado de ações não exige que você seja uma pessoa rica, com um monte de dinheiro para investir. Somente é preciso que você escolha as ações certas.
A primeira coisa que você precisa fazer é decidir quais as companhias que você gostaria de comprar ações. O melhor método é escolher 5 a 15 companhias e começar a observá-las bem. Você pode acompanhar suas cotações pela internet, através do site Infomoney ou no Yahoo Finanças . Faça um investimento virtual em ações destas companhias e acompanhe por algum tempo para depois começar a usar seu dinheiro real.
Quando você é um investidor novato, existe um monte de coisas que podem fazer os investimentos difíceis de entender. E não ajuda quando você não tem interesse numa companhia em que você investiu o seu dinheiro. Um caminho simples para fazer um investimento divertido e rentável é escolher companhias que você negocia todos os dias, por exemplo, companhias cujos produtos você conhece e usa e, o mais importante, confia. Uma companhia que você conhece e usa os produtos ou serviços é geralmente um bom investimento. Além disso, antes de investir procure conhecer:
• A análise da saúde financeira das empresas;
• A análise patrimonial das empresas;
• A análise da saúde administrativa das empresas;
• As possibilidades que a economia oferece para o crescimento do setor;
• A posição da empresa em relação as demais no mesmo setor;
• As projeções de lucros futuros;
• A política de dividendos da empresa;
• Possibilidades de expansões, aquisições, fusões ou inovações tecnológicas;

O conjunto de informações acima é conhecido como ANÁLISE FUNDAMENTALISTA. Procure conhecer estes aspectos das empresas pesquisando na internet os sites das empresas que lhe interessam. Veja também no site Infomoney.
Um meio de prever o ciclo dos preços de ações individuais é baseado em gráficos do histórico dos preços. Escolher ações baseado neste meio é um método conhecido por ANÁLISE TÉCNICA. A análise técnica consiste no estudo dos movimentos dos preços para avaliar o melhor momento (timing) de compra e venda de uma ação. Ou seja, faz-se um gráfico usando o preço de abertura, preço de fechamento, o preço máximo e mínimo que a ação alcançou dentro do pregão, num período de 15 em 15 minutos, por exemplo. A partir daí tecnicamente pode-se antecipar as tendências dos movimentos dos preços. Para saber mais sobre análise técnica visite: Bastter, Candlestick e Clube do Pai Rico
Pesquise na internet e tente encontrar qualquer sujeira da companhia. Esta é a técnica mais difícil para encontrar material mas você pode acreditar sempre em 10 ou 20 notícias que você encontrar na web. Pesquise em jornais e revistas online, onde você pode comprovar a veracidade da notícia.
Um aspecto da companhia que você precisa olhar é o seu volume. O volume de uma companhia é a quantidade de ações que são negociadas diariamente. Como você viu, é claro que ninguém deve julgar uma companhia somente pelo seu volume de ações negociadas. Mas através do volume você pode medir o interesse dos investidores nas ações desta companhia. Mesmo sendo uma companhia sólida, você deve fazer também outras pesquisas antes de tomar qualquer decisão.
Nunca invista em nada que você não entenda. Existem muitas estórias de pessoas que perderam fortunas em épocas de crises. Talvez elas não tivessem idéia do risco que estavam correndo. Muitos prejuízos são resultados do não entendimento dos riscos e dos mecanismos de funcionamento do mercado de ações.
Nunca faça um investimento apressado. Se alguém disser a você que a oportunidade está acabando ou de alguma forma pressionando você, seja muito cuidadoso. Investigue bem antes de investir e nunca invista sob pressão ou pelo palpite de outros. Algumas pessoas usam investimentos de alto risco para especular, ou apostar no sucesso de um negócio sem provas. Mas sem você ter conhecimento em investimentos, especular pode ser um jogo que você nunca deveria tentar.
Se algo parece muito bom para ser verdade, provavelmente é (muito bom para ser verdade). Como diz o ditado: “Esmola grande, cego desconfia.” Lembre-se que todas as oportunidades de investimento competem com outras oportunidades de investimento semelhantes – ações de uma empresa competem com ações de empresas do mesmo setor. Se uma oportunidade parece ser muito melhor que outras, provavelmente existem riscos escondidos ou tem alguma coisa que você não está entendendo. Nunca compre por impulso.
É importante conhecer o seu perfil de investidor e o prazo você espera ter o retorno desejado. Se você é um investidor conservador, você pode investir na bolsa esperando ganhos num prazo maior e se expondo menos aos riscos diários. Quanto mais arrojado for o investidor, mais elevado será o estresse diário aceito.
Investindo a longo prazo: certas pessoas gostam de observar as cotações da bolsa, diariamente para acompanhar os seus investimentos. Isso talvez seja um pouco exagerado. Você acaba ficando muito preocupado com o “sobe-e-desce” do valor de mercado do seu investimento e acaba vendendo “na baixa” (quando, temporariamente, os preços caíram), enquanto a empresa continua apresentando um bom desempenho. Lembre-se sempre de que você está investindo a longo prazo.Outras pessoas preferem acompanhar os seus investimentos uma vez por ano, o que, certamente, não é suficiente. O melhor para você, sem dúvida, seria algo intermediário, com base nos seus objetivos e nas características dos seus investimentos.
E lembre-se:
– Se ter sucesso nos investimentos fosse fácil, todo mundo seria rico!
– Foque a longo prazo: tentar fazer a “corrida da lebre” é o caminho mais rápido para perder dinheiro!
– Entenda e acredite que seus dois maiores inimigos são o pânico e a ganância!
– Nunca invista em “palpites”!
– Ninguém pode prever o futuro!

23 comentários

  1. gislaine lima

    Nossa!! me sinto mais informada,util e feliz!!!
    Obrigada pela iniciativa!!!!
    Fica com Deus!!!

  2. Daiane silva

    Otimo curso, um conceito excelente no dia-dia!

  3. Parabéns pela iniciativa de disponibilizar este curso. Muito bom mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *