Curso de Som Automotivo

AJUSTE E EQUALIZAÇÃO

O ajuste do sistema é uma tarefa das mais importantes, pois como já dissemos anteriormente, de nada vale equipamentos caros se não são corretamente aproveitados.
Antes de iniciar qualquer tipo de ajuste, é necessário conferir se o equipamento está em ordem e em perfeito funcionamento. Todos os aparelhos e acessórios deverão encontrar-se bem conectados e com todas as suas funções operantes; os controles de tonalidade e balanço bem centrados; o controle de volume operando silenciosa e progressivamente, sem “trancos”; mesmo a volume baixo, não se deve ouvir roncos ou sibilos.
Para alinhar o sistema, um roteiro usual é o seguinte:
· Colocar um programa musical bem familiar e com riqueza de detalhes e volumes diferenciados. A partir de um volume baixo, avaliar a pureza do aúdio; progressivamente subir o volume até constatar o início de distorção. Qualquer sistema distorce a volumes altos, o problema consiste em avaliar se essa distorção não ocorre muito cedo e da forma como aparece, para posterior correção;
· Uma forma de distorção ocorre quando os canais esquerdo ou direito mostram uma intensidade diferente em graves do que quando o áudio encontra-se centrado. Nesse caso é possível que tenha ocorrido alguma inversão acústica ou mesmo de ligações. A correção é simples: basta inverter uma das ligações dos Woofers (só uma, não as duas);
· A imagem sonora deve ser predominantemente frontal. O som traseiro reflete mais a ambiência e não pode destacar-se, exceto o som do Sub-Woofer, que via de regra é não-direcional;

O equilíbrio entre graves, médios e agudos é fundamental, sendo o aspecto mais difícil para conseguir-se o alinhamento sem um ouvido treinado, ou aparelhos specializados como o RTA – Real Time Analyser. Nessas condições vale um estreito conhecimento do material musical e paciência para o ajuste. Um sistema bem projetado e executado normalmente já é bem equilibrado, necessitando apenas de pequenos ajuste de tom. Somente os sistemas mais sofisticados, com muitos canais ativos, ficam realmente dependentes de equalizadores e analisadores profissionais.

23 comentários

  1. boa iniciativa !!!!!!

  2. henrique

    bem legal !!!!

  3. muito terresante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *