Curso de Hipnose

Lição VI

As qualidades de um bom operador – Indique a você, nas lições anteriores, os quatro modos diversos de induzir a hipnose que formam a base de uma variedade de métodos que constituem uma série, e entre os quais cada operador elege o que melhor lhe convém para adotá0lo com bom êxito.
Antes de estudarmos os outros métodos, consideremos os requisitos necessários para se tornar um bom operador.A questão do sexo não tem importância – Ainda que nestas lições falemos do operador e do paciente (considerando sempre ambos como do sexo masculino), as mulheres se tornam também ótimas hipnotizadoras e são influenciadas tão facilmente quanto os homens e sem apresentar no entanto, mais facilidade, se tornam bons pacientes. A minha experiência tem-me provado que a susceptibilidade do homem e da mulher para a influência é quase a mesma, e não se pode dizer, nessa circunstância que um sexo tem mais vantagens que o outro.
Um bom operador deve te uma ótima aparência pessoal e há de deixar de parte dos hábitos e modos grosseiros. Importa apenas ser polido e
persuasivo, tendo a sua voz e seu todo, ao mesmo tempo, a aparência de quem comanda.

O que é o Hipnotismo? – A ação de hipnotizar é verdadeiramente a arte de produzir uma impressão sobre a mente de outro e, a fim de tornar esta impressão profunda e durável, não deve o operador aceitar ou consentir nenhuma familiaridade com os doentes ou pacientes. Regra é esta que não consente exceção.
O poder de hipnotizar pode ser capitulado como sendo o poder de impor o respeito e a obediência, Por esta razão e porque a sua autoridade como médico lhe dá o direito de mandar, o doutor torna-se um admirável hipnotizador.
Mas aquela firmeza de maneiras e de aparência dominadora que são indispensáveis para o paciente, podem ser adquiridas por todos aqueles que estudam estas lições, com um pouco de prática. Importância do seu procedimento – As maneiras que são tomadas em primeiro lugar, mais tarde tornam-se naturais e se, desde logo, não tendes confiança em si mesmo, é necessário que adote um modo de agir e maneiras certas, quando tratar de um paciente. Ficará surpreendido de ver com as coisas que tem de acontecer, acontecem.

18 comentários

  1. Jeferson martins

    Quando começei fazer teologia começamos aprender algumas coisa sobre a hipnose e hoje tenho bastante aprender sobre isso acho profundamente muito bom e sei que a niveis muito importantes para todos que tem bom coração e uma mente aberta para ajudar. parabéns pelo curso.
    continue sempre ajudando o caminho é esse mesmo.

  2. Rafael Reiter

    Olá
    gostaria de saber sobre as referencias bibliográficas,
    para me aprofundar mais sobre o assunto

  3. Guilherme

    Parece bom…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *