Curso de Hipnose

LIÇÃO XIX

Fatos concernentes ao hipnotismo instantâneo. -Ainda que muitas pessoal tenham julgado ser possível, por uma palavra ou um olhar, hipnotizar imediatamente pessoas que se encontram pela primeira vez, ainda que tais pretensões não gozem, em geral, senão de um crédito medíocre, deparam-se- nos, entretanto, alguns casos bem raros de hipnotismo instantâneo. Já vos o foi explicado como, de acordo com a sugestão pós-hipnótica, parecia ao espectador que a pessoa mergulhada repentinamente num sonambulismo profundo tinha sido hipnotizada instantâneamente a um sinal dado pelo operador; mal já foi também demonstrado que esse resultado só era devido à eficácia da sugestão pós-hipnótica, cujo efeito era dispor o paciente para daí em diante cair num sono imediato logo que o operador quisesse manifestar esse desejo. Compreendeis, portanto, que a questão de hipnotizar repentinamente uma pessoa que se encontra pela primeira vez, se classifica numa categoria inteiramente especial.
Dois métodos se acham, entretanto, em presença um do outro, dois únicos pelos quais esse fato notável pode efetuar-se.

Um método de teatro. -Só no teatro é que o primeiro pode ser empregado com probabilidades de bons resultados; por que o seu bom êxito depende inteiramente do esplendor e brilho da cena, acrescentado por uma sensação de ansiedade e temor, coroado pela confiança absoluta que o paciente tem no poder do operador.

Ação prodigiosa do medo. -Já falei do efeito singular produzido pelo medo, quando o paciente esta posto num estado conveniente. O fato é que ele cria um certo descaminho no cérebro do paciente e é assim possível estabelecer nele, bruscamente, uma sugestão positiva. A força dessa sugestão é tal que ela fica estabelecida de modo estável no seu espírito. Estou convencido de que nunca houve e nem haverá milagres. O poder de que os profetas usaram nos tempos antigos não é devido, penso eu, senão ao conhecimento do domínio do espírito sobre a matéria, quando estes dois elementos entraram em luta. A história de Naaman, o Sírio, nos é familiar a todos, como a punição que foi infligida a Gehazi, servo de Elisha. Hoje em dia, parece-nos inteiramente incrível que um individuo, anteriormente são e vigoroso, fosse repentinamente atacado de lepra, e atribuímos tal resultado a um efeito terrível do medo, produzido pela sugestão. Eu não queria, aliás, negar a possibilidade de tal fato, principalmente se o paciente foi primeiro presa de um medo extremo, de que se serviram para transmitir-1he a sugestão. O medo tem também um poder paralítico sobre o sistema muscular.

Sugestões rápidas. -O paciente será constantemente atuado por sugestões que tem por efeito fazê-lo sentir-se atraído pelo porta-lápis, de modo que ele não possa perde-lo de vista que ele seja obrigado a segui-lo e que veja quanto seria inútil para ele lutar contra a sua influência. Sucede, as mais das vezes, que o paciente olha com olhar vitreo o porta-lápis e que ele se move no sentido do deslocamento desse objeto. Enquanto está em movimento, o operador põe-lhe as mãos sobre os olhos e diz: “Estais completamente acordado, mas vos é impossível abrir os olhos”. A partir de tal momento só lhe resta um passo a dar para chegar à indução do sonambulismo, das suas ilusões e das alucinações que o acompanham.

A hipnose pela telepatia. -Existe outro método de hipnose espontânea, masé de tal maneira duvidoso na sua natureza que é difícil aceitá-lo como desempenhando um grande papel no emprego desta potência; é a hipnose pela telepatia ou estado hipnótico produzido pela transmissão do pensamento. Neste caso, o operador adquiriu a faculdade de projetar o seu pensamento. Acontece freqüentemente que, em algumas ocasiões, um paciente feminino se toma de tal modo em estado de relação com ele que a mulher assim escravizada tem imediatamente consciência da sua presença e do seu poder, embora não tenham trocado uma palavra. O operador pode, assim, em alguns casos extraordinários, conseguir ordenar-lhe silenciosamente que durma.

18 comentários

  1. Jeferson martins

    Quando começei fazer teologia começamos aprender algumas coisa sobre a hipnose e hoje tenho bastante aprender sobre isso acho profundamente muito bom e sei que a niveis muito importantes para todos que tem bom coração e uma mente aberta para ajudar. parabéns pelo curso.
    continue sempre ajudando o caminho é esse mesmo.

  2. Rafael Reiter

    Olá
    gostaria de saber sobre as referencias bibliográficas,
    para me aprofundar mais sobre o assunto

  3. Guilherme

    Parece bom…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *