Curso de como elaborar um curriculum corretamente

O QUE NÃO COLOCAR EM SEU CURRÍCULO

Cores
O currículo deve ser agradável à leitura, portanto, deve ser discreto. No máximo, utilize um papel de tom pastel em vez do branco, mas nada além disso. E como destacar informações? Use recursos como o negrito e o itálico do seu processador de texto e evite variar tipos de fonte para não transformar o currículo numa salada gráfica, que incomoda a quem o lê.

Listas extensas de qualquer natureza
Se a sua relação de empregos é muito grande, selecione apenas os últimos cinco empregos da sua carreira. E mencione no sumário de qualificações que tem mais experiência do que está mostrado a seguir. Em alguns casos é importante colocar todas as informações, como nos currículos de cientistas ou médicos, para cujos empregadores os artigos publicados são importantes, assim como o detalhamento dos congressos de que o profissional participou. Mas, de maneira geral, essas informações só entediam a quem vai ler o currículo.

RG, Cic e outros números de documentos
Não perca tempo inserindo número do Cic ou do Título de eleitor, ou mesmo da Carteira profissional. Se alguém tiver interesse nestes documentos, será o Departamento Pessoal no momento em que for efetivar a sua contratação. Nunca antes.

Razões de ter deixado o emprego anterior
Esta informação é importante para o seu empregador, mas deve ser discutida no momento certo. E o momento certo é a entrevista pessoal. Portanto, não inclua esta informação no currículo.

Referências
A lista de referências deve ser impressa à parte, e você deve tê-la à mão para apresentá-la ao entrevistador no momento em que for solicitado a isto. (Para mais informações, leia o artigo “Sem boas referências, você pode perder a chance de um ótimo emprego”, na edição número 1 do jornal virtual Carreira & Sucesso, que pode pode acessado pelo endereço www.catho.com.br/jcs)

Raça, religião e filiação partidária
Ninguém tem interesse em conhecer estas suas convicções, seja para benefício ou para prejuízo da sua carreira. Ao contrário, colocando essas informações pode parecer que você é quem tem preconceito com relação a esses itens.

Salário anterior e pretensão salarial
Alguns especialistas recomendam colocar salário e pretensão no currículo, mas a postura do Grupo Catho é de não recomendar esta prática. Salário, conforme a nossa experiência, é um tema para ser discutido pessoalmente durante a entrevista, e não para estar no currículo. Quando o anúncio pede, pode-se escrever alguma coisa geral como Aceito discutir propostas ou Estou aberto para discutir a questão salarial.

8 comentários

  1. cristiane pereira

    Muiiiiiiiiiiiiito bom!
    Obrigada pela ajuda!

  2. SANDRA REGINA SOUZA DA COSTA

    Amei o curso, ele é maravilhoso para orientação de quem precisa se atualizar.

  3. thaina

    gostei muito desse curso me ajudou muito para tirar as minhas duvidas anotei tudo direitinho no meu caderno para não esquecer desse curso valioso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *