Curso de CGI

Enviando o Pedido

Finalmente, devemos permitir que o cliente nos envie as informações. Para isso basta usar o tipo de input submit; convém incluir também o tipo de input reset para o caso de o cliente precisar refazer o pedido.

Agora, se é isto que você quer pressione <INPUT TYPE=”submit” VALUE=”AQUI”>
Ou se acha que cometeu um erro, <INPUT TYPE=”reset” VALUE=”Apague formulário”>
</FORM>
</BODY>
</HTML>

Como não adicionaremos mais nada ao formulário, fechemos o marcador <FORM>, assim como <BODY> e <HTML>. Agora que terminamos, nosso formulário de pedidos deve estar bastante parecido com o exemplo dado inicialmente. Claro, é possível acrescentar imagens gráficas, fundos diferentes ou links para outras páginas a fim de dar o formulário de pedidos um aspecto profissional.

Pode-se até mesmo mudar a formatação HTML da página para que fique mais a seu gosto. Entretanto, para o propósito deste exemplo específico, o formulário está concluído. Agora é hora de trabalhar sobre o script.

O Script

Agora basta acessar as informações que o visitante digitou. Crie um script que envie essas informações pelo correio eletrônico para quem vai processá-las. Então informe ao visitante que seu pedido foi recebido com sucesso.

Determinando o Método

Primeiro é preciso descobrir se o script usou o método POST para receber as informações.

As informações foram enviadas pelo método POST ?

Se não, informe o visitante.
Se sim, continue.

Primeiro, indique ao script qual programa está sendo usado para interpretálo. Neste caso, estamos usando Perl. É preciso informar ao script o path e nome do arquivo do intérprete.

Nota: no UNIX, o modo mais fácil de encontrar o path de um arquivo é com os comandos which e whereis. Há muitos tipos de UNIX, portanto, se um destes comandos não funcionar, tente o outro.

Em seguida, defina o tiro MIME da saída do script.

#! /usr/local/bin/perl
If ($ENV{‘REQUEST_METHOD’} NE ‘POST’)
{
print <<“HTML”;
<HTML>
<HEAD>
<TITLE>Lamento!</TITLE>
</HEAD>
<BODY>
<H1>Uso de Método Errado!</H1>
Lamento, mas só utilizamos o método POST aqui.
</BODY>
</HTML>

HTML
exit;
}

2 comentários

  1. otimo curso pra quem gosta de construi paginas dinâmicas.

  2. LAURA

    Olá… Desculpe se as pergunta forem básicas, mas sou autodidata e pergunto para entender bem.
    No caso de tabelas, como ficaria?
    Qual é a função do ? E a linha de comando é um desvio para a buycar.pl. Sempre será essa extensão pl?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *