Curso básico de teoria musical

Acorde

É o conjunto de três ou mais sons ouvidos simultaneamente. Pode ser também arpejado quando as notas são ouvidas sucessivamente.

Cifra

Símbolos criados para representar o acorde de uma maneira prática. É composta de letras, números e sinais. É o sistema predominante usado em música popular para qualquer instrumento.
Em cifra, os nomes Lá, Si, Dó, Ré, Mi, Fá e Sol são substituídas pelas sets primeiras letras do alfabeto.

A – Lá
B – Si
C – Dó
D – Ré
E – Mi
F – Fá
G – Sol

Os números e sinais usados na cifra representam os intervalos da escala, a partir da fundamental, em que são formados os acordes.
Tomemos o exemplo de C7(#9).
C quer dizer Dó. O número 7, o intervalo de sétima menor a partir da fundamental Dó. E o # ao lado do 9, a nona aumentada.
Na tabela de intervalos, dada no final dessa apostila, constam a lista com todos os intervalos e seus respectivos nomes.

*Você poderá encontrar sons iguais com sons diferentes. A esse fenômeno chamamos Enarmonia.

O que a Cifra estabelece

  1. Tipo dos acordes [maiores, menores (indicados por um ´´m´´minúsculo ao lado da letra maiúscula)].
  2. Eventuais alterações (5ª aumentada ou diminuta, 9ª menor)
  3. Inversão do acorde (3ª, 5ª ou 7ª no baixo)

*Baixo é a nota mais grave do acorde.

O que a Cifra não estabelece( livre escolha do executante)

  1. A posição do acorde
  2. Ordem vertical ou horizontal
  3. Dobramentos e supressões de notas do acorde.

Pode-se dobrar, triplicar ou suprimir: 5 justa e a fundamental. O dobramento da Terça deve ser evitado (enfraquece o acorde) e a fundamental só pode ser suprimida se um outro instrumento tocar o baixo.

27 comentários

  1. Erica Araujo

    Estou impressionada com o conteudo,pois vou ingressar na faculdade de musica e tem bastante conteúdo que tem na faculdade !

  2. gilson felix

    maravilhoso;explendido;exelente;fenomenal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *