Como cuidar do seu PET até os 6 meses de Idade

Segundo mês: cheio de novidades

O segundo mês de vida dos cães e gatos é muito importante pois é quando acontece o desmame e a primeira vacinação.

Desmame e alimentação seca:

Alguns desmamam mais cedo, outros um pouco mais tarde, mas é sempre entre os 30 e 60 dias.

Animais que estão com a mãe são desmamados naturalmente, a cadela ou a gata passa a não ficar mais tanto tempo ao lado dos filhotes e estes começam a se interessar pela comida dela. Já os animais criados na mamadeira precisam ser forçados ao desmame.

A partir dos 30 dias de vida as refeições sólidas já podem ser introduzidas na rotina do filhote. No início deste processo, para facilitar a aceitação e a mastigação, uma vez que os dentes ainda são poucos e pequenos, deve-se umedecer alguns grãos de ração específica para filhotes (ricas em cálcio e proteína) em água morna ou sucedâneo e oferecer aos filhotes de 3 a 4 vezes ao dia.

Retire os restos desta ração umidecida logo após a alimentação dos animais, caso contrário, Este resto à temperatura ambiente poderá fermentar e fazer mal ao filhote.

Conforme o animal vá aceitando a nova alimentação, vá retirando o sucedâneo gradualmente até que o filhote coma ração totalmente seca naturalmente. Este processo varia muito de animal para animal e do desenvolvimento dos dentes deles.

Escolha uma ração de boa qualidade. Não é recomendável variar o alimento, trocas constantes podem provocar irritações intestinais nos animais causando diarreia.

Vacinação

Ao completar 2 meses de vida, todos os cães e gatos devem ser vacinados com a primeira dose da vacina contra doenças virais (conhecidas como V8 ou V10 para os cães e como tríplice felina para os gatos). Ela protege contra uma série de doenças causadas por vírus nos cães – cinomose, parvovirose, hepatite, parainfluenza, leptospirose e coronavírus e nos gatos – panleucopenia, rinotraqueíte e calicivirose e que podem ser potencialmente fatais para os animais.

A vacina deve ser de boa qualidade e a aplicação deve ser feita em uma clínica veterinária garantindo que foi realizada da maneira correta.

Vermifugação

Aos dois meses todos os filhotes devem ser vermifugados, pois mesmo sem contato com outros animais podem ter adquirido através do contato com a mãe.

Aprendizado

Nesta fase, um dos cuidados mais importantes com o seu PET é ensiná-lo a fazer suas necessidades no local correto.

Para os cães é um pouco mais difícil. Não adianta bater, gritar ou esfregar o focinho do filhote no xixi. Comprovadamente, os cães aprendem muito melhor quando são recompensados por um acerto.

No início espalhe jornal por uma área bem extensa onde quer que seja o banheiro do animal. Quando perceber que ele vai fazer xixi, normalmente eles começam a cheirar o lugar e rodar em volta dele, pegue rapidamente o filhote e coloque-o no jornal. Quando ele terminar faça carinho, festinha e recompense-o com uma fruta ou biscoitos próprios para cães.

Para dar certo é preciso ter paciência e perseverança. Conforme o animal vá se acostumando, dá pra ir reduzindo a área do jornal até ficar do tamanho que deseja.

Já para os gatos o trabalho é bem mais fácil, basta uma caixa de areia sempre no mesmo local e eles aprendem rapidamente. A maior dificuldade com estes bichanos são as unhas.

Gatos instintivamente procuram locais para afiar as unhas. Para evitar que isso seja feito no sofá, nas cadeiras ou na colcha da cama, o ideal é espalhar arranhadores próprios para gatos por vários locais da casa e quando ele tentar arranhar o local errado colocá-lo no arranhador.

Banho

Os gatos só precisam tomar banho se estiverem realmente muito sujos, pois têm naturalmente o hábito de se limpar com a língua.

Até os dois meses os cães podem ser limpos com lencinhos umedecidos usados para bebês, depois desta idade podem tomar banho, desde que seja dado com água morna, em dias quentes e o animal seja seco com secador de cabelos.

3 comentários

  1. Iara

    Achei muito interessante esse curso, pois tenho em casa uma base e dois shih-tzu, sendo um macho e outra fêmea, que a pouco tiveram cria e eu fiquei com um filhote, não sei como ensina-lo e pior, tenho medo de dar muita atenção para ele e os meus outros ficarem com ciúmes, principalmente a base que é muito carente.

  2. Welber

    Tenho em casa agora um filhote de beagle, não sei se o nome certo é esse. Bom, tenho interesse nesse curso para cuidar de nossos animais, e achei interessante que essa mensagem chegou para mim justamente nesse momento. Desde já agradeço pelo trabalho de vocês.

  3. E

    Possuo um casal de rottwailers e a fêmea está gestante. Favor, Me repassem algumas dicas de como cuidar de uma fêmea gestante pré e pós parto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *