Como Ser um Bom Executivo

Introdução
Veja o que é ser um executivo e como está o mercado atual.

O que é:

  • É quem executa alguma função nas áreas administrativas complexas e de grande responsabilidade.
  • É o profissional que exerce cargo de liderança no nível empresarial.
  • Isto é, dirige uma empresa, fazendo cumprir suas diretrizes, promovendo desenvolvimento social, financeiro e econômico, tendo como objetivo o lucro e modernização da empresa.

Mercado

  • Globalização, informatização e reengenharia das empresas.
  • Todos esses processos estão levando cada vez mais um número grande de pessoas a sentir uma necessidade de ter uma segunda atividade econômica.
  • Os sistemas de distribuição no mundo estão mudando com a tecnologia e cada vez mais as pessoas estão recusando atravessadores para não encarecer os produtos.

Cenário atual

  • Dentro do mundo globalizado, as vendas diretas vêm apresentando um crescimento em todo o mundo, oferecendo uma oportunidade de negócios com baixo investimento, horário flexível e sem limite de fronteiras.
  • Por exemplo, o mercado está cheio de revendedores e distribuidores independentes, com uma visão empreendedora, prontas para alavancar grandes rendas.

Obs: A palavra executivo significa: designado a, quem executa ou põe em execução. Origina-se do latim “executio”: realização, cumprimento de algo.

Veja Sobre a História e Evolução da Carreira de Executivo

Esse papel surgiu no século XVI, num momento em que as empresas cresciam muito e em pouco tempo se tornaram uma sociedade anônima, criando a necessidade de uma pessoa assumir a responsabilidade de administrar a empresa.
A função mais importante na época era manter a comunicação entre patrão e trabalhadores.
No século XIX o executivo ganha mais prestígio. Foi quando tiveram mais liberdade para usar suas habilidades sem envolver o dono em suas decisões (o que era comum na época).
Perfil do Executivo
  • As qualificações técnicas básicas hoje se assemelham cada vez mais entre si.
  • Logo, alguns traços pessoais que não constam no currículo estão sendo muito valorizados.
  • Características como criatividade e a capacidade de criar soluções estruturadas a partir de situações preexistentes.
  • Inspirar os outros é outra qualidade prezada.
  • Não adianta apenas “mandar” fazer, é preciso criar condições para isso, desenvolver times, liderar ao invés de apenas chefiar.
  • Comunicar-se bem é requisito fundamental.
  • Deve ter também capacidade de ouvir e entender as pessoas e o que está à sua volta.

Formação acadêmica

  • Não é preciso ter formação acadêmica em administração para ser um executivo.
  • A maioria dos executivos se especializou depois de se formarem.
  • É necessário dominar o ambiente político e técnico de uma empresa.
  • Se a pessoa não conhece como as coisas funcionam, terá dificuldade em gerenciar processos.
  • Um caminho para quem está começando é na área técnica.
  • São eles que fazem as coisas acontecerem no dia a dia da empresa.
  • Com o tempo e novas oportunidades de carreira, o profissional pode escolher continuar se especializando em sua área técnica ou se vai migrando para áreas mais administrativas.
  • Portanto o executivo vai sendo formando ao longo dos anos.
  • Quando as responsabilidades já estiverem sendo direcionadas para a área administrativa, é recomendado fazer uma especialização em administração.

Questionar-se sempre

  • Os executivos não podem se acomodar, devem se questionar sempre se seu segmento ainda continua lucrativo ou se devem partir para outro nicho de mercado.
  • O executivo precisa conhecer o nível de aceitação de seu produto no mercado, se oferece boa margem relativa de lucratividade e quais as condições de sobrevivência em função da competitividade.
  • É preciso conhecer a concorrência e questionar sempre.
  • O executivo não pode deixar se acomodar.
  • A facilidade da remarcação de preços, permitindo-o ganhar quanto quiser e as distorções inflacionárias o fizeram esquecer o que é ser executivo.
  • Sua função é ser responsável pelo funcionamento da empresa, convivendo com riscos e os vencendo, gerando lucro.
  • É ser impulsionado a concretizar ideias e planos.

Obs: Conviver com riscos – Por exemplo, se as tecnologias que estão chegando vão eliminar seu produto ou se elas vêm para ajudar, necessitando uma melhora tecnológica ou automatização do processo.

4 comentários

  1. Emily

    Eu amei este curso porque eu tinha duvidas sobre Administração, e agora eu tenho certeza q quero fazer a faculdade de Administração. Obrigado pela ajuda! bjs

  2. m

    muito bom adorrei d+ tao de parabens

  3. Cristiano Santos

    Gostei bastante do curso de como ser um bom executivo. Já tenho bastantes conhecimentos da área administrativas e com mais este, me torno mais qualificado para assumir uma vaga tão importante no mercado de trabalho. Resumo: Cada vez as empresas se tornam mais dinâmicas; parar no tempo como se aquele conhecimento que obtivemos fosse suficiente, é pedir para ser arrastado bruscamente pela enxurrada do desenvolvimento.

  4. Ronielber Damasio

    Gostei muito bom mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *